Compartilhando informação sobre antirretrovirais.

Hoje conversei com um rapaz recém detectado HIV +. Ele veio atrás de mim por conta do meu perfil no aplicativo de relacionamento gay. Há mais de um mês ele toma antirretrovirais e quis tirar algumas dúvidas. A questão principal era sobre os efeitos colaterais da medicação que ele não estava sentido. Tranquilizei-o falando sobre a nova geração dos remédios – ele toma os mesmos que eu –  que não causam reações adversas como as gerações anteriores.

img_3436

Mais potência, menos efeitos colaterais e melhor adesão ao tratamento. São essas as vantagens do novo medicamento que começou a ser distribuído em 2017

No meio da conversa ele desabafou sobre a morte recente do ex-namorado. Por não aceitar a doença o ex detectado soropositivo não tomou os remédios por falta de informação e preconceito.

A depressão é o principal motivo que leva pacientes com HIV a abandonar o tratamento. Um estudo feito pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas com 201 soropositivos que interromperam a terapia mostrou que 53% falharam na adesão por estarem deprimidos. A falta de tempo para comparecer às consultas e o medo de perder o emprego também apareceram como fatores importantes: 38% alegaram esses motivos para cessar o acompanhamento médico.

O maior inimigo da doença é a falta de informação.

Uma resposta para “Compartilhando informação sobre antirretrovirais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s